quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Vivendo o dia a dia


Vivendo o dia a dia
O dia ficou noite,
E a noite não trás o dia
Como o dia trouxe a noite…

Agora no túnel da vida,
Não me vejo, nem me sinto
Apagou-se a luz ao fundo
Ando, apenas, por instinto…

Tapo a cara com a máscara,
A tristeza com um sorriso,
Talvez ele se cole á alma
E me dê o que preciso…

Juízo para sonhar,
Que nada me amedronte,
Força nova para Amar
Seguir contigo o horizonte.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Quero ficar aqui


Quero ficar aqui
Encostada ao meu luar
Pois estou de negro
E de negro ficarei
Até esta dor voar…

Quero ficar aqui
Não te quero ouvir, nem falar,
Não te quero sentir, nem esquecer
Não quero abrigar-me na paz do teu peito,
Nem iluminar-me do teu desejo.
Quero ficar aqui.

Quero ser o raio e a chuva
O clarão e a trovoada
Quero que o meu corpo se desmembre
E me perca nesta alvorada
Quero ser e mais nada!

Então, serei o átomo perdido,
Uma raiz desenterrada,
Sem passado, nem futuro
Serei! Numa gota de água.

Seguidores