quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Trazes contigo o sabor de Outono



Trazes contigo o sabor de Outono
O vento contido nas mãos fugidias
As palavras com tempo que alegram os dias
Os sonhos brisa que embalam o sono

Trazes contigo a luz do entardecer
Pintando a doçura o dia
Numa triste e suave alegria
Contradição precisa de um viver

E sabes a vento e a sal
tal como o cais na hora da partida
És tudo o que és, p`ra teu bem e teu mal
linha de razão em emoção sentida!

1 comentário:

Luís disse...

Se fosse vento iria voar
Se fosse sal dava paladar
Se fosse emoção dava-te o coração
Se fosse razão dava-te a mão

Mas sou mortal por isso um beijo
Mas sou real então um desejo
Mas estou com saudade
E tudo isso é o que nos vale

Seguidores